Um fórum, uma comunidade, para os vampiros reais e para aqueles que apreciam a série True Blood entre outras séries vampíricas e manifestações vampíricas.


    Poesias - Teffa...

    Compartilhe
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Sab Set 19, 2009 6:22 am

    Bem de acordo com o Olbap minhas poesias poderiam ser postadas aqui apesar da dose de fantasia/mito que há nelas , tambem eu tinha 15 anos quando escrevi, entao postarei a primeira de muitas:


    Introdução


    Eram meia noite
    O vento soprava forte
    Estava eu sentada
    Sobre o peitoril da janela
    Sentindo um salgado sabor
    Eram lagrimas
    Que cortavam-me a face
    Como navalhas
    Feriam-me o rosto
    E cortavam-me a boca
    Eu olhava pra a Lua Cheia
    Como se... ansiando por uma resposta
    Nada acontecia
    Ate que um uivo
    Despertou-me de meus pensamentos
    Olhei a minha volta e nada vi
    Nada a não ser a escuridão noturna
    Uma coruja piava ao longe
    Olhando novamente para o céu
    O vôo rasante de um corvo trouxe-me a uma nova realidade
    Uma realidade onde existem
    Lobisomens, vampiros e outros seres que jamais
    Imaginei haver.
    Ao olhar novamente a meu redor
    Senti algo que jamais havia sentido
    Sentia em meu ser a vontade de caçar
    Entrei para meus aposentos e deitei-me.
    Ao amanhecer os primeiros raios de sol tocando meu rosto
    Despertaram-me de meu sono!
    (fim)




    Postarei de uma vez a primeira



    Doce vicio

    Sinto seu sangue
    Doce e quente
    A sujar-me as presas
    Nesta noite em que a lua se escondeu
    Por coincidência você se perdeu
    E eu muito alucinado farejava teu doce sabor
    Ate que em meu cemitério você entrou
    Quando passei os olhos em você
    Teu corpo gelou
    Meu olhar faiscou
    Ao pensar que teu belo pescoço irei morder
    O seu sangue a correr nas veias
    Me fez enlouquecer
    E eu pensei: Só sei que é você que eu quero ter
    Me aproximei como quem só quer ajudar
    Mas pelo meu olhar
    Consegui no ato te hipnotizar
    E ao se distrair
    Seu sangue
    Doce, quente, vermelho.
    Em minha boca veio parar
    Não consegui me controlar
    Depois disso voltei a perambular
    Sob a luz do luar
    A outra vitima caçar
    Para o meu vicio sustentar!!!!!
    avatar
    Olbap
    Recém-criado
    Recém-criado

    Mensagens : 46
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 28

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Olbap em Sab Set 19, 2009 7:01 am

    Perfects!!!
    Igual a você e todas as outras poesias que li!
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Sab Set 19, 2009 7:08 am

    xD grata, postarei duas por semana, se tiverem comentarios.

    atenciosamente Teffa
    avatar
    Illyria
    Admin
    Admin

    Mensagens : 99
    Data de inscrição : 11/09/2009

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Illyria em Sab Set 19, 2009 1:55 pm

    CARAMBA!!! Estão perfeitas!!! Adorei! Aguardo ansiosamente por mais!!!
    xD


    Atenciosamente


    _________________
    Illyria


    avatar
    Lestat
    Admin
    Admin

    Mensagens : 71
    Data de inscrição : 08/09/2009

    Comentando os poemas...

    Mensagem por Lestat em Sab Set 19, 2009 5:36 pm

    Teffa, cara amiga,

    Poesias lindas e postadas no local correto. Apesar da dose de fantasia, podemos verificar alguns aspectos comuns ao vampirismo real.

    Bem, comentando:

    "Eram meia noite
    O vento soprava forte
    Estava eu sentada
    Sobre o peitoril da janela
    Sentindo um salgado sabor"


    Contextualização interessante mas com um pouco de mito. De qualquer forma, o mito interpretado também pode ser encarado como uma metáfora de ambiente vampírico e nesse seria mais uma referência de identificação do sujeito descrito pelo poeta ou vivido pelo poeta.

    Do poema de introdução destaco a contextualização e mais umas outras partes que acho que merecem atenção.

    "Eu olhava pra a Lua Cheia
    Como se... ansiando por uma resposta
    Nada acontecia
    Ate que um uivo
    Despertou-me de meus pensamentos
    Olhei a minha volta e nada vi
    Nada a não ser a escuridão noturna
    Uma coruja piava ao longe
    Olhando novamente para o céu
    O vôo rasante de um corvo trouxe-me a uma nova realidade
    Uma realidade onde existem
    Lobisomens, vampiros e outros seres que jamais
    Imaginei haver."


    Selecionei essa parte inteira para uma análise porque achei curioso. O uivo que contribuiu para o despertar parece ter sido o uivo de um lobisomem. Provavelmente esse despertar refere-se ao Awakening ou então ao início da prática/ natureza vampírica. Qual exatamente é a ligação que quis passar entre o despertar e o uivo? Quis dizer que quando você percebeu muito bem o uivo, você estava mais desperta? Os lobisomens eu nunca ouvi falar de lobisomens existentes, só de pessoas muito cabeludas, rs. Brincadeira. Arrisco dizer que foi mais uma vez uma contextualização em um ambiente mitológico. Certo?

    "Ao olhar novamente a meu redor
    Senti algo que jamais havia sentido
    Sentia em meu ser a vontade de caçar
    Entrei para meus aposentos e deitei-me.
    Ao amanhecer os primeiros raios de sol tocando meu rosto
    Despertaram-me de meu sono!"


    Essa última parte também está bem escrita e traz algumas interpretações que podemos explorar e comentar.

    Ao se referir ao acordar de um sonho no qual você era uma vampira, você quis dizer que todos os aspectos anteriores da mitologia são apenas mitologia e nada mais. Na verdade, os vampiros reais são diferentes e independentes de muita lenda. Acho que pode ser uma interpretação aceitável.

    Outra interpretação mais poética, vejo que você se refere a uma dupla identidade. Quer dizer, você menciona que de dia você não tem instintos vampíricos e de noite tem, como que se despertassem quando a sua parte humana dormia.

    Apenas o autor da poesia, você Teffa, pode dizer como imaginou que interpretaríamos.

    Poemas muito legais e interessantes! Obrigado por partilhá-los conosco.

    Já quanto ao Doce Vício, maravilhoso, analisei um pouco também. Mas menos que o primeiro.

    "Não consegui me controlar
    Depois disso voltei a perambular
    Sob a luz do luar
    A outra vitima caçar
    Para o meu vicio sustentar!!!!!"


    Você mostra uma perspectiva do vampirismo escravo que maltrata o vampiro e o faz se arrepender do seu vício e de suas ações para satisfazer o seu desequilíbrio energético. Será tão doloroso para os vampiros se alimentarem? Em visões mitológicas sim, em visões reais só é doloroso para alguns. Alguns que adotaram o sangue como alimento podem ter alguns problemas de adaptação e de lidar com essa nova necessidade.

    Por outro lado, há os vampiros mais completos que se alimentam de diversas formas e por isso têm mais facilidade em se desenvolverem. Se o sangue faltar, eles tem outra forma de se alimentarem. Acredito que esse aspecto deva ser também comentado por um vampiro real. No caso temos só o Olbap por enquanto que pode se manifestar dizendo o que pensa.

    Bem, fiz uma análise e apreciações aos poemas da melhor forma que pude. Continue postando e vamos ver se mais alguém se anima a escrever poemas de arte vampírica.

    Estou indo divulgar no Orkut, rs. É sério. Já faz alguns bons dias que ninguém novo participa no fórum.

    Até breve!

    Mordam com moderação.

    Cordialmente,

    Godric.


    _________________


    "Tudo o que você sabe, você descobriu em si."
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Sab Set 19, 2009 6:00 pm

    Selecionei essa parte inteira para uma análise porque achei curioso. O uivo que contribuiu para o despertar parece ter sido o uivo de um lobisomem. Provavelmente esse despertar refere-se ao Awakening ou então ao início da prática/ natureza vampírica. Qual exatamente é a ligação que quis passar entre o despertar e o uivo? Quis dizer que quando você percebeu muito bem o uivo, você estava mais desperta? Os lobisomens eu nunca ouvi falar de lobisomens existentes, só de pessoas muito cabeludas, rs. Brincadeira. Arrisco dizer que foi mais uma vez uma contextualização em um ambiente mitológico. Certo?
    corretamente godric, a maioria das minhas poesias eram (ou sao) meio que inspiradas no meu namorado. meu namorada ama lobisomens,era nisso que tinha pensado.
    ssa última parte também está bem escrita e traz algumas interpretações que podemos explorar e comentar.

    Ao se referir ao acordar de um sonho no qual você era uma vampira, você quis dizer que todos os aspectos anteriores da mitologia são apenas mitologia e nada mais. Na verdade, os vampiros reais são diferentes e independentes de muita lenda. Acho que pode ser uma interpretação aceitável.

    Outra interpretação mais poética, vejo que você se refere a uma dupla identidade. Quer dizer, você menciona que de dia você não tem instintos vampíricos e de noite tem, como que se despertassem quando a sua parte humana dormia.

    Apenas o autor da poesia, você Teffa, pode dizer como imaginou que interpretaríamos.
    bem eu prefiro pensar na parte poetica, é como se a noite despertasse uma vampira interior, hehe, pois geralmente é o horario que escrevo.

    Bom estou feliz que tenham gostado, semana que vem postarei mais duas e Godric espero ter lhe retirado todas as suas indagações.

    Atenciosamente

    Teffa
    avatar
    Lestat
    Admin
    Admin

    Mensagens : 71
    Data de inscrição : 08/09/2009

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Lestat em Sab Set 19, 2009 6:19 pm

    Teffa Vampira escreveu:bem eu prefiro pensar na parte poetica, é como se a noite despertasse uma vampira interior, hehe, pois geralmente é o horario que escrevo.

    Bom estou feliz que tenham gostado, semana que vem postarei mais duas e Godric espero ter lhe retirado todas as suas indagações.

    Atenciosamente

    Teffa

    Teffa, não eram indagações. Eram apenas perguntas que levantei para comentarmos sobre os seus maravilhosos poemas.

    Eu adoro escrever poesias e já escrevi muitas. Tenho elas espalhadas pelos meus armários, rs. Porém, nunca escrevi uma especialmente sobre vampiros.

    Então podemos dizer que quem escreve as poesias é a sua vampira interior noturna, uma parte de você que tem os instintos vampíricos. Adorei essa característica poética. Continua. Aguardarei os próximos. Ah, já lhe respondi sobre a questão de quadros e funções.

    Até breve! Wink

    Cordialmente,

    Godric.


    _________________


    "Tudo o que você sabe, você descobriu em si."
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Ter Set 22, 2009 12:59 am

    Então podemos dizer que quem escreve as poesias é a sua vampira interior noturna, uma parte de você que tem os instintos vampíricos. Adorei essa característica poética.

    XD Grata Godric, desde que escrevo sou assim, quem escreve nunca é a estefania real...

    Poesias da semana:

    Caçada

    Quando a lua apareceu
    Olhei para o céu e vi:
    Hoje é dia de caçar!
    De repente um cheiro
    Doce, suave, saboroso.
    Enlouquecia-me
    Seu sangue me chamava
    Quente, lento ou acelerado.
    Seu sangue haveria de ser meu!!!!
    Do nada apareci do teu lado
    Você nem se deu conta
    E eu mordi o pescoço teu
    A sensação foi indescritível
    Prazer
    Era uma delicia
    Aquela pele branca macia
    Sendo manchada
    Pelo doce e vermelho
    Do seu sangue
    Você já era linda humana
    Imagine-se agora vampira
    Viveras eternamente ao meu lado
    Teu sangue
    É de um puro sabor inigualável
    E teu coração??
    Por que o sangue
    Que passa por ele
    Torna-se amargo???








    Vampira

    Uma estrela se apagou
    Nesta noite transformo-me em algo novo
    Quero sangue!!!
    Sinto seu cheiro, imagino teu sabor
    1ªvez que caço assim. Com tanto ardor
    Sinto você se aproximar
    Você tem o medo no olhar
    Medo! De que???
    Do que eu virei te morder??
    Não se preocupe não ira doer!
    Mas eu vou ter muito prazer
    Loucura?? Uma sensação indescritível
    Maravilhosa é te morder
    E ver você desfalecer em meus braços
    Sentir seu sangue doce, quente
    Na minha boca
    Quero mais!!!
    Mas só posso caçar outra noite
    Por que isso????
    Quero sangue
    Quente, doce, suave
    Sinto teu cheiro de longe!!!
    Vou te pegar pois seu sangue tenho
    Que utilizar
    Para a minha fome matar!!!!
    avatar
    Olbap
    Recém-criado
    Recém-criado

    Mensagens : 46
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 28

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Olbap em Ter Set 22, 2009 1:46 am

    Sempre perfeitas!
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Ter Set 22, 2009 2:16 am

    GRATA! XD em breve tera mais! hehe


    Teffa
    avatar
    Illyria
    Admin
    Admin

    Mensagens : 99
    Data de inscrição : 11/09/2009

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Illyria em Ter Set 22, 2009 10:14 pm

    MAGNÍFICAS!!!


    _________________
    Illyria


    avatar
    Lestat
    Admin
    Admin

    Mensagens : 71
    Data de inscrição : 08/09/2009

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Lestat em Qua Set 23, 2009 10:15 pm

    Belas poesias Teffa!

    Desculpem a ausência por estes dias... Sabe como é a escola! Tenho tido um tempo livre muito reduzido. Mas vou passando aqui sempre que dá. Então? Vejo que o fórum esteve um pouco parado.

    Entraram membros novos! Que bom! Pena que não estão participando..., rs.

    Até breve e vamos agitar o fórum.

    Cordialmente,

    Godric.


    _________________


    "Tudo o que você sabe, você descobriu em si."
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Qua Set 23, 2009 11:53 pm

    Grata a todos que estao lendo e gostando das minhas poesias.quanto a sua falta de tempo nao se preocupe, sei bem como é.

    Teffa
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Sex Set 25, 2009 3:36 am

    bem, como percebo a falta de movimento do forum, postarei mais duas poesias.. por favor gente vamos comentar... vamos mexer no forum...


    A paixão de uma Vampira

    Você me olhou de um modo estranho
    Como se eu tivesse algo que você queria
    Desejava, ansiava
    Sem querer me cortei
    E uma gota do meu sangue caiu
    Misturando-se com minhas lagrimas
    Que já quase se extinguiam
    Eu lembrei de todos
    Que um dia brincaram comigo
    Como se eu fosse um nada
    E me deixei ser levada por você
    De repente você cravou seus caninos em meu pescoço
    Gemi de dor no inicio
    Depois esta dor virou uma dor excitante, gostosa de sentir
    Vendo meu sangue em sua boca
    Beijei-te
    Alucinado você me mordeu novamente
    Sua mão na minha cintura
    Comprimia meu corpo contra o seu
    Eu sentia-me possuída
    Sua boca cheia do meu sangue era tentadora
    Você hora me beijava, hora me lambia, hora me acariciava
    Eu me encontrava em um êxtase tão intenso que amava-lhe
    Sentindo tua boca a me beijar
    Quando do nada
    Eu lhe mordi
    Você me encorajava dizia que era isso esperava de mim
    Oh! Seu sangue
    Misturando-se ao meu
    Era intenso, meio amargo
    Prazeroso sentir seu sangue em meu corpo
    Ofereci meu pescoço novamente
    Com outro gemido
    Você me mordia alucinadamente
    Beijava-me
    E eu lhe amava e senti que no fundo você me desejava
    Desejava sentir o doce
    E amargo sabor do nosso sangue!!!
    Depois disso podem-me intitular: Vampira!!!!!



    Meu sangue

    Meu sangue
    Quente, doce, vermelho
    Suave
    Se mistura ao seu
    O que acabo de tomar.
    (Sinto que verdadeiramente só posso te amar)
    Amargo, intenso
    Por que teu sangue é tão amargo?
    Será que ele esta de ódio encharcado??
    Ou será cansado de tanto ser odiado?
    Ou cansado de ser pisoteado, desrespeitado, quebrado
    Moído, despedaçado??
    Quem ira repor teu sangue?
    Quero senti-lo doce
    Como faço para te-lo??
    Será que terei de ser sua ultima esperança????

    Bem espero que Gostem, Teffa
    avatar
    Olbap
    Recém-criado
    Recém-criado

    Mensagens : 46
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 28

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Olbap em Sex Set 25, 2009 4:14 am

    Adorei!
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Sex Set 25, 2009 4:17 am

    Brigada... eu estou ficando mal acostumada nesse forum, todos elogiando minhas poesias. Razz
    avatar
    Olbap
    Recém-criado
    Recém-criado

    Mensagens : 46
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 28

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Olbap em Sex Set 25, 2009 8:36 pm

    Teffa

    Deveria se acostumar, porque poesias são muito boas, acredito que muitos devem elogiar, se não elogiam é porque são cegos mesmo XD...
    Está cada vez melhor(Se é que tem como o perfeito se tornar mais perfeito ainda^^)
    avatar
    Illyria
    Admin
    Admin

    Mensagens : 99
    Data de inscrição : 11/09/2009

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Illyria em Sex Set 25, 2009 10:21 pm

    rsrsrsrsrs, suas poesias são perfeitas Teffa!!! Continue assim! xD


    _________________
    Illyria


    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Sex Set 25, 2009 10:47 pm

    Gente brigada. Razz semana que vem eu posto mais duas.... xD
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Sab Set 26, 2009 6:41 pm

    como sou mutio ansiosa...(e estou atoa...) postarei mais duas poesias hoje.


    A caça

    Quero sair para caçar
    Sangue doce, quente, intenso quero tomar
    Você diz que vai fugir!
    Pode fugir mas não pode se esconder!
    Posso te encontrar
    Onde quer que você se esconda
    Lá eu irei te achar
    Posso farejar seu medo
    Sinto seu cheiro de longe
    Seu sangue amargo, vermelho quase negro
    Irresistível
    Só de pensar em sentir teu sangue em meus lábios
    Acho que sou capaz de para um nível sombrio me rebaixar



    O dia que a Lua se escondia

    Naquela noite sombria
    Fui tomada por grande melancolia
    Sentia-me sinistra
    Meu humor encontrava-se de certa forma negro
    Naquela noite escura e fria no dia
    Que a lua não aparecia
    Algo no meio da escuridão
    Prendeu minha atenção
    Era uma coisa misteriosa
    Do nada aquela atmosfera ficara maléfica
    Algo obscuro me surpreendia
    Ao mesmo tempo me prendia
    De correr me impedia
    Um ser das trevas a minha frente surgia
    Um vampiro
    Pálido como a noite
    Olhos Verdes como uma noite vazia
    Um sorriso tão brilhante que se igualava ao brilho
    Intenso e ofuscante da LUA
    Ele nada falava
    Apenas para mim olhava
    E quando eu menos esperava
    Pra cima de mim ele se atirava
    E em seus braços eu me entregava e em seguida
    Ele se desmaterializava
    E esta imagem
    Soturna
    Obscura
    Sombria
    Misteriosa
    Para sempre brilharia na minha mente:
    Sombria
    Vazia
    Obscura
    Maléfica...
    avatar
    Olbap
    Recém-criado
    Recém-criado

    Mensagens : 46
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 28

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Olbap em Dom Set 27, 2009 2:19 am

    Ficou muito bom!(deveria fazer um livro!)
    "Olhos verdes"... Wink entendi
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Dom Set 27, 2009 7:36 am

    o q vc entendeu.. tava na poesia! kkk xD
    avatar
    Olbap
    Recém-criado
    Recém-criado

    Mensagens : 46
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 28

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Olbap em Dom Set 27, 2009 8:18 am

    XD
    nadinha Wink
    avatar
    Teffa Vampira
    Bebendo Tru Blood...
    Bebendo Tru Blood...

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 25
    Localização : Sozinha... A Procura de minha alma... querendo saber onde foi parar meu coração...

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Teffa Vampira em Ter Set 29, 2009 2:22 am

    hehe, bem postando mais duas... (como isso aqui esta parado! meu DEUS...) Shocked

    Noite maldita

    Nesta noite sem fim
    A Lua não brilhou pra mim
    Mas minha vontade de ter seu sangue
    Meus pensamentos iluminou
    A vontade de ver seu pescoço
    Sendo manchado por aquele liquido
    Saboroso, doce, vermelho
    A descer-me pela boca
    Nesta noite maldita
    Que nem teu rastro consigo acompanhar
    Nesta noite nublada
    Que da lua não vejo a prata!!!
    Nesta noite maldita
    Nem o sabor de tua boca
    Consegui ter
    Este sabor
    Que me deixa
    A te querer!!!!



    Amor eterno

    Na madrugada
    Fria e gelada
    Estou eu a escrever
    Algo que você nunca ira ver
    Pois esta noite
    Algo ira acontecer
    E por isso eternamente você ira sofrer
    Seu sangue
    Meu ira ser
    O sol você não poderá mais ver
    A noite será o seu lar
    Nela você ira caçar
    E comigo se alimentar
    Daqui pra frente
    Somente sangue ira tomar
    Se tiver a quem amar
    É só morder
    E deixar o sangue escorrer
    Entre sua boca e meu pescoço
    Assim de você ela vai se alimentar
    Eternamente sentir você sangrar
    E ver o doce, quente, vermelho
    De seu sangue.
    Ver sua pele manchada e pela minha boca
    Rasgante a passar, para sempre, teu sangue
    Irei tomar e
    Eternamente nos amar!!!!!
    avatar
    Olbap
    Recém-criado
    Recém-criado

    Mensagens : 46
    Data de inscrição : 14/09/2009
    Idade : 28

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Olbap em Ter Set 29, 2009 2:37 am

    São lindas!!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Poesias - Teffa...

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Nov 23, 2017 12:02 pm