Um fórum, uma comunidade, para os vampiros reais e para aqueles que apreciam a série True Blood entre outras séries vampíricas e manifestações vampíricas.


    Beyond Here Lies Nothing - Season Finale - Comentário e Resumo (Spoiler!)

    Compartilhe
    avatar
    Lestat
    Admin
    Admin

    Mensagens : 71
    Data de inscrição : 08/09/2009

    Beyond Here Lies Nothing - Season Finale - Comentário e Resumo (Spoiler!)

    Mensagem por Lestat em Qui Set 17, 2009 8:45 pm

    Comentário do Season Finale da 2ª Temporada por "Fangtasia Brasil"

    Olá caros amigos,

    Desta vez, trouxemos a descrição e comentário do último capítulo da 2ª temporada de True Blood pelo site "Fangtasia Brasil". Confira!



    Eis que True Blood chega ao final da segunda temporada com um episódio estrondoso. Talvez não tão estrondoso quanto eu realmente esperava, mas qualquer um que diga que foi ruim está seriamente exagerando na crítica. Acho que ficou bem claro para todos que o grande foco desse episódio foi a Maryann, o que, pra mim, que amo a personagem, foi ótimo. O motivo provavelmente foi pela grande importância que ela acabou ganhando na trama central, tendo arrastado de certa forma todas as histórias de volta pra Bon Temps.

    Exceptuando a maior parte do episódio, que como eu acabei de dizer diz respeito a Maryann, o episódio explorou bem, igualmente como no final da primeira temporada, o surgimento de novas tramas e perguntas que ficam no ar criando um certo suspense para dar início a uma terceira temporada, que ao que tudo indica vai ser completamente bombástica! Enfim, vamos ao episódio que é o que realmente interessa, né?

    Gostei muito que durante esse episódio aconteceram mais cenas da Sookie com a Maryann. Acho que rolou uma certa sintonia tanto entre as atrizes quanto entre as personagens, que fez da seqüência de cenas delas uma coisa bem interessante. Ainda no que diz respeito a nossa mênade predileta, gostei de como a personagem foi de certa forma humanizada. Todo o nervosismo em função do casamento e a iminência do propósito de toda a existência dela fizeram com que ela parecesse cada vez mais com um ser humano, nervoso e ansioso pelo que está por vir.



    E, gente do céu! Que morte brutal, né? Será que ela tava curtindo levar aquela chifrada? Porque, olha, sinceramente não me parecia nada prazeroso e a expressão dela tava mais próxima a algo do tipo sofrimento mortal do que próximo ao nirvana e felicidade de estar se entregando pra vaca louca. Mas enfim, né, quem sou eu pra definir o que cada um sente levando uma chifrada no coração? Coitada, fiquei com a maior pena quando ela percebeu que tinha sido enganada. Achei sinceramente a seqüência de cenas dela com o Sam transmutado em touro uma seqüência linda fotograficamente, linda mesmo. Por sinal, vocês repararam que o sangue dela é tipo petróleo? Arranjamos uma fonte de energia renovável! Comemorem!

    Enfim, sabe uma coisa que eu fiquei me perguntando? Será que os sacrifícios da Maryann faziam alguma referencia aos sacrifícios feitos pelos povos indo-americanos (é assim que se escreve?)? Porque até onde eu me lembre das aulas de História, os Maias, os Incas e os Astecas entregavam aos seus deuses os corações dos mais belos e fortes. Será?

    Outra coisa, fiquei impressionado de como aquilo era REALMENTE um casamento. Tinham violinos tocando a marcha nupcial! Fiquei chocado mesmo. E, alguém me explica como aquela gente consegue falar dendrites sem enrolar a língua? Sempre gaguejo no meio.



    O ovo foi explicado, apesar de ter sido uma explicação idiota. Mas eu devo admitir que a cena de todo mundo lambendo o ovo foi divertida, principalmente que a Maryann tratou aquilo como se fosse a coisa mais comum do mundo. Adorei! Ainda em relação ao ovo, adorei que a Sookie teve a cara de pau de perguntar pra Maryann se tinha sido ela que tinha posto ele. Admiro muito essa coragem (talvez o termo mais propicio seja burrice) de falar, ou melhor, gritar tudo na cara de todo mundo. Essa garota não tem papas na língua.

    Também começaram a aparecer dicas do que está por trás do poder da Sookie e ao que tudo indica são fadas. Sim, eu também fiquei chocado, mas não liga não, vai passar.

    E, eu sei que eu repito isso em quase toda review, mas e daí: o Bill É realmente o pai da Jessica! Essa função cai tão bem nele! Muito fofo o momento dos dois conversando antes de saírem. Sério, muito fofo.



    E por falar em Jessica, fiquei com pena do Hoyt, coitado. Mas não acho que essa situação entre os dois vá realmente se estender durante muito tempo. E por “essa situação” leia-se a desavença entre os dois. Se eles não reatarem paro de ver a série! (Hehe, NÃO!)

    Vocês repararam na participação especial da Charlaine Harris no episódio, né? Muito fofa ela. Deve ter sido a maior emoção ter participado da história que ela mesma inventou. Nossa, maior loucura!

    Adorei aquelas duas cidadãs de Bons Temps (quem nasce em Bons Temps é o que?) com as teorias do que era a Maryann. Não sei qual foi melhor, a teoria de que ela era um alien ou a teoria de que ela era uma agente da industria farmacêutica que drogou todo mundo prum experimento. Só rindo mesmo.

    E que seqüência final foi aquela, hein? Primeiro, a morte do Eggs (coitada da Tara, num tem sorte no amor NUNCA), em seguida o pedido de casamento do Bill e logo após, o rapto misterioso dele. Muitos mistérios. Típico de True Blood, terminar deixando varias perguntas sem resposta e matando a nós, os fãs, de curiosidade. Enfim, sem mais delongas, até a próxima temporada!



    Estou de acordo com este comentário. E foi por isso mesmo que o selecionei para postar aqui no Midnight News. Mal posso esperar pela 3ª temporada. Atenção que alguns spoilers já estão sendo divulgados e postados.

    Mordam com moderação.

    Cordialmente,

    Godric.


    _________________


    "Tudo o que você sabe, você descobriu em si."

      Data/hora atual: Qui Nov 23, 2017 12:15 pm